Análise Espermática

É um exame realizado para investigar a causa da infertilidade conjugal, que verifica a eficácia da contracepção ou os fatores que a prejudicam. Para o exame se faz uma coleta de sêmen e posteriormente uma análise no conteúdo coletados. Verifica-se a concentração de espermatozóides na amostra, a porcentagem de espermatozóides móveis, a vitalidade das células, a morfologia, e se há leucócitos na amostra.

Biópsia de Testículos

É a remoção de uma pequena amostra de tecido testicular para realização de exames para detectar a presença de espermatozóides desenvolvidos e sua produção.

Aspiração de Epidídimo

Procedimento na qual uma pequena agulha é inserida diretamente na cabeça do epidídimo e o fluido é aspirado para se obter espermatozóides para ICSI.  O procedimento leva de 20 a 30 minutos e é recomendado para homens com vasectomia, obstruções, azoospermia ou reversão de vasectomia sem sucesso.

Capacitação Espermática

É o preparo de sêmen para sua utilização no procedimento de inseminação artificial. Consiste em processar o ejaculado através de uma técnica escolhida previamente.